15:36
Fone (97) 3561-2227

Seminário Sant'Ana

Image title


SEMINÁRIO SANT’ANA, CASA DE FORMAÇÃO DA DIOCESE DE COARI.

BREVE HISTÓRICO. 

O Papa São Paulo VI, no primeiro ano de seu pontificado, criando aos 13 de julho de 1963 a Prelazia de Coari recomendou o cuidado especial para “fundar o Seminário, ao menos o menor, e receber os jovens que deem boa esperança, os quais sejam estimulados ao Sacerdócio pela benignidade de Deus e, como os jovens devam atender ao estudo da filosofia e da teologia, aqueles que parecem os melhores, sejam enviados à Roma para o Pontifício Colégio Pio Brasileiro” (Bula “Ad Christi”).

O Concilio Vaticano II, com o Decreto “PRESYTERORUM ORDINIS” sobre o ministério e a vida dos presbíteros (07.12.1965) e o Decreto “OPTATAM TOTIUS” sobre a formação sacerdotal (28.10.1965) deram um impulso para promoção da cultura vocacional e do zelo pelas vocações nativas. Hoje em dia a Igreja do Brasil conta com as “DIRETRIZES PARA A FORMAÇÃO DOS PRESBITEROS DA IGREJA NO BRASIL” (Documentos da CNBB 110, 2018). A Pastoral Presbiteral deveria ser a mais importante de todas as pastorais!

O seminário tem que ser visto como o coração da diocese. A preocupação de formar um clero local era uma constante de nosso primeiro Bispo, Dom Mário Anglin, CSSR, era, na verdade, uma preocupação de toda a Igreja. A Prelazia de Coari assumiu essa preocupação e investiu forças para dinamizar essa realidade. A exigência conciliar de “formar um clero local” foi bem entendida. É evidente que esta primeira iniciativa foi dos missionários redentoristas, em consonância com o bispo local. Quem dinamizou e investiu pra valer nessa questão foi Dom Gutemberg Freire Regis, CSSR, que começou a coordenar a Prelazia a partir de 1974. Desde o princípio ele começou a investir esforços na formação de um clero próprio. A ação organizada em vista da formação do clero local começou em 1975 quando, por ocasião da assembleia pastoral da Prelazia daquele ano, Dom Gutemberg apelou por um mutirão em favor do clero próprio da Prelazia de Coari. Em 1978 foi apresentada a oração pelas vocações que até hoje o povo reza em todas as comunidades de nossa Igreja particular. Essa oração é para nós, expressão de confiança no Pastor da Messe, e sinal de unidade de nossa Igreja. Em 1990, após 26 anos de Prelazia e 12 da oração (Deus, nosso Pai, a Prelazia de Coari precisa de padres, religiosos, leigos...), de animação e promoção vocacional, foi ordenado o primeiro padre diocesano de Coari, o Padre Manoel Gilson Barbosa de Oliveira, que depois deixou o ministério.

Os Jovens que queriam ser padres eram encaminhados diretamente à Manaus. Moravam inicialmente no seminário redentorista, a partir de 1991 passaram a residir no Seminário São José, pertencente a Arquidiocese de Manaus como até hoje; mas ainda faltava a casa de formação da Prelazia, o chamado na época Seminário Menor. Foi em 1999 que as condições pareceram favoráveis para o sonho de nosso Seminário se tornar realidade. Nesse ano, catorze jovens se apresentaram com o desejo de serem padres da Prelazia. Três foram encaminhados para o Seminário Maior em Manaus. Os outros precisavam de maior ajuda para continuar a caminhada vocacional. Padre Francisco José Lima da Silva estudou a possibilidade de enviar nossos candidatos para um outro seminário menor ou começar o nosso aqui em Coari. Constatou-se algumas possibilidades favoráveis a criação de nosso próprio seminário, tais como: que o número de candidatos era muito maior de que os candidatos de outros seminários; Padre Antônio de Melo Cardoso (Pe. Tonico) foi nomeado o primeiro reitor; Dom Gutemberg doou sua residência para ser a casa de formação prelatícia. A equipe de formação da Prelazia decidiu começar o Seminário Menor da Prelazia. Em 16 de fevereiro de 2000, depois de 37 anos da fundação da Prelazia de Coari, nasceu – foi fundado o Seminário Sant’Ana na cidade de Coari. Neste dia foi celebrada uma missa por Dom Gutemberg e concelebrada pelos presbíteros da Prelazia (a maioria eram redentoristas), por ocasião de sua primeira reunião do clero do ano 2000. Estavam presentes também alguns familiares dos primeiros seminaristas e as Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo. No documento “Seminário Sant’Ana: Ata de Inauguração e Benção” se lê: “No dia 16 de fevereiro do ano 2000, às oito horas da manhã, o clero da Prelazia de Coari concelebrou com Dom Gutemberg, com os seminaristas e familiares, a Missa de Inauguração do seminário e procedeu a benção do SEMINARIO SANT’ANA da Prelazia de Coari. A cerimônia foi realizada no próprio seminário. Logo pós, os padres visitaram as dependências do seminário e confraternizaram com os seis seminaristas e com o próprio diretor Pe. Antônio de Melo Cardoso. Este seminário é para seminaristas do Segundo grau. No dia 13 de fevereiro, em preparação para o momento da benção, a cidade de Coari tinha sido convidada para visitar as dependências do seminário. O dia todo foi de visitas quando os seminaristas e o diretor acolheram e mostraram o seminário para muitas pessoas que vieram conhecer de perto o seminário da Prelazia

Como Prelazia o Seminário Sant’Ana teve três reitores: Pe. Antônio de Melo Cardoso (2000-2005), Pe. Francisco José Lima da Silva (2006-2011), Pe. Francisco Agnaldo Barbosa da Silva (2011-2015). Já como Diocese assumiram o serviço formativo: Pe. Valdivino Araújo (2016-2019) e desde do Ano de 2020 está como reitor o Pe. Josinaldo Placido da Silva. Em 2014 por ocasião da elevação da Prelazia à categoria de Diocese de o seminário foi visitado pelo Nuncio Apostólico no Brasil Dom Giovanni D’Aniello e vários bispos.

O Seminário Menor Sant´Ana, antiga residência do Bispo, sofreu longo estes anos algumas reformas ou ampliações necessárias para facilitar o convívio de casa de formação. A primeira capela ficava no primeiro andar, pois havia somente esse andar com uma laje ainda em construção. Em 2004, Padre Antônio Cardoso primeiro reitor na época, construiu na parte de cima uma cobertura inacabada para proteger a parte de cima das grandes chuvas e o Padre Francisco José segundo reitor terminou a obra construindo na parte de cima uma capela bem maior e outros cômodos, como sala de estudo, banheiro e um grande salão para encontros. No período de Dom Marcos foram feitas duas reformas no seminário Sant’Ana. Uma em 2013 quando mudamos os moveis, os banheiros e pintamos o prédio por dentro e por fora. Em 2018 foi feita a reforma no segundo piso: foram colocadas as novas janelas, o gesso no salão, a reforma da capela e das salas de leitura, junto com o ar condicionado. Em 2021 foi construído o novo muro (cera de 500m) com sapatas, colunas e vigas de cimento e ferro. O velho feito de tijolos a rima caiu. A fachada ganhou nova face. Em 2022 foi feito o muro de contenção ao redor do campo de futebol. A partir do ano 2020 o seminário menor tornou-se o Seminário Propedêutico, onde além os candidatos ao presbiterato da diocese de Coari se preparam os jovens da Prelazia de Tefé e da Diocese de Alto do Solimões. Recentemente o Pe. Josinaldo foi preparado pelo curso para os formadores organizado pela OSIBI em Londrina. O Pe. Delaci iniciou o mesmo curso. Em 2022 foi escolhido o novo Coordenador da Pastoral Vocacional na pessoa do Pe. Edinei.

Nesses 23 anos passaram cerca de 100 jovens por esta casa de formação. Destes jovens 12 foram ordenados padres. Em 2023 temos, no nosso Seminário Propedêutico, 3 jovens: 01 da Diocese de Coari e 02 da Diocese de Alto Solimões. Em Manaus, no seminário São José da Arquidiocese de Manaus temos 07 seminaristas que estudam a filosofia e a teologia na Faculdade Teológica do Amazonas.

Celebrando o Ano Vocacional queremos agradecer ao Senhor da Messe pelas vocações nativas e continuemos rezando pelas vocações trabalhando para criarmos uma cultura vocacional na nossa Diocese de Coari.


SEMINÁRIO SANT'ANA 

Reitor: Pe. Josinaldo Plácido da Silva 

Endereço: Rua Coronel Simões, nº 60 - Duque de Caixias  - Cep: 69460 - 000 -  Coari - AM 

Casa dos  futuros  Presbiteros da  Diocese  de  Coari.  

Compartilhe esta publicação

Desenvolvido por Cúria Online do Brasil

Top